Artigos do Hospital Ministro Costa Cavalcanti

SAIBA MAIS

Atenção, você sabe o que é Disfagia?

Atenção, você sabe o que é Disfagia?

24/03/2016

A Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia alerta: Deglutir com segurança é de fundamental importância para a manutenção das condições sociais, emocionais e biológicas de um indivíduo.

O ato de deglutir é um processo fisiológico, que pode ser alterado na presença de doenças neurológicas e/ou neuromusculares (AVC, Alzheimer, Parkinson, processo de envelhecimento, traumatismo crânio encefálico, queimaduras, tratamentos radio e quimioterápicos, entre outros) e também alterações locais obstrutivas, como as doenças tumorais do esôfago.

Qualquer problema no processo da deglutição que impeça ou dificulte uma alimentação normal chama-se DISFAGIA (dys= alteração e phagein= comer).

A disfagia pode acontecer devido a uma causa funcional (perturbação ou falta de coordenação das etapas da deglutição ou a uma causa estrutural, ou seja, um estreitamento da luz esofagiana ligado a um processo inflamatório ou de um tumor). Pode interferir na condição nutricional e de hidratação da pessoa. Pode também levar a sérias complicações respiratórias (broncopneumonia aspirativa, asfixia) com a entrada de alimentos nas vias aéreas (penetração/aspiração), comprometendo a saúde e qualidade de vida do indivíduo.


Para realizar a avaliação e acompanhamento da Disfagia dois profissionais são fundamentais, o Fonoaudiólogo e o Nutricionista.
Em conjunto com o seu médico estes profissionais irão avaliar a causa funcional desta disfunção, e elaborar um projeto terapêutico individualizado, atendendo as suas necessidades; O Fonoaudiológo é responsável pela avaliação da deglutição e indicação da consistência ao qual o alimento deve ser ingerido, para garantir sua segurança, bem como orientar a posição do paciente ao se alimentar, uso de manobras facilitadoras da alimentação, ao ambiente, horários, etc. e ao Nutricionista se encarrega de realizar a avaliação nutricional, realizar a prescrição dietoterápica, garantindo o estado nutricional adequado e hidratação adequada do paciente.
Verifique alguns sinais da presença de disfagia:
 Alteração na mastigação, preparar e manter o alimento dentro da boca
 Dificuldade em iniciar a deglutição
 Sialorréia (baba)
 Tosse e pigarro constante durante a alimentação
 Engasgo
 Sensação de alimento parado na garganta,
 Necessidade de engolir várias vezes para o alimento líquido ou saliva descer.
 Restos de comida dentro da boca após engolir.
 Asfixia
 Alteração da respiração
 Tempo de refeição prolongado
 Medo de se alimentar (perda de apetite)
 Perda de peso
 Pneumonia

Identificou algum sinal? Procure ajuda. Um profissional habilitado irá lhe ajudar a estabelecer o adequado tratamento.

Dra. Carla Denise Daloce Castanho
Fonoaudióloga. CRFa: 8225
Membro Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional - HMCC.

Dra. Eridan R. M. Berté
Nutricionista CRN8 1846
Membro Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional - HMCC.
Esp. Nutrição ClínicaUFPR


Localize novidades no campo abaixo:

NOVIDADES RECENTES


Endereço Av. Gramado, 580 Vila "A" Foz do Iguaçu - PR
CEP 85860-460 | Telefone: (45) 3576-8000 / FAX: (45) 3576-8060

© Copyright 2010 - Todos os conteúdos apresentados neste website possuem direitos reservados ao HMCC e/ou terceiros que cederam seus direitos ao mesmo.