Notícias do Hospital Ministro Costa Cavalcanti

NOTÍCIAS

Setembro Verde - mês de conscientização à Doação de Órgãos

 Setembro Verde - mês de conscientização à Doação de Órgãos

04/09/2019

 
O Dia Nacional de Doação de Órgãos é somente 27 de setembro. Mas a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), realizará ações durante todo o mês para conscientizar os colaboradores da Instituição sobre o assunto.
Segundo a Associação Brasileira de Doação de Órgãos, 47% das famílias se recusam a doar órgão de parente com morte cerebral, pela falta de conhecimento sobre irreversibilidade da morte encefálica.
Para o enfermeiro coordenador da CIHDOTT, Valter da Silva, o passo principal para a pessoa se tornar um doador é conversar com a família e deixar bem claro o seu desejo. “Não é necessário deixar nada por escrito. Porém, os familiares devem se comprometer a autorizar a doação por escrito após a morte”.
A fila de espera por um transplante soma atualmente mais de 2061 pacientes no Paraná e cerca de 35.000 mil no Brasil.

Coração Parado - por ser referência para oncologia e cardiologia, o Costa Cavalcanti não realiza, frequentemente, captações de múltiplos órgãos, sendo mais comum em unidades de saúde porta-aberta, aquelas que recebem traumas.
Mas desde 2016, o HMCC treinou uma equipe de profissionais para realizar captações de globo ocular com coração parado. “Só em 2019, já realizamos 23 captações”, contou enfermeiro Valter.
“Todos os profissionais envolvidos foram sensibilizados com a postura de como abordar os familiares; que surpreendidos pelo falecimento de um ente querido ainda devem tomar a decisão de fazer a doação e dar esperança a uma outra pessoa”, frisou Valter.
De acordo com a equipe, a retirada do globo ocular não modifica a aparência do doador. Qualquer pessoa que estiver na faixa etária entre 04 e 70 anos, que vier a óbito e não possuir nenhuma contraindicação clínica poderá doar as córneas. “A partir da constatação do óbito, a CIHDOTT irá realizar a avaliação do potencial doador e a abordagem aos familiares do mesmo, para que estes tenham a oportunidade de decidir quanto à doação, proporcionando que pessoas voltem a enxergar e consequentemente tenham uma qualidade de vida melhor”, enfatizou Valter.

Dados no Paraná - De acordo com a estatística da Central de Transplantes do Estado, cerca de 250 pessoas aguardam na fila por um transplante de córneas. As córneas captadas no HMCC são enviadas ao Banco de Olhos de Cascavel. “O trabalho deve ser rápido, entre o óbito, a abordagem da família, a retirada do órgão e o trajeto, deve ter no máximo seis horas”, explicou.

Sensibilização - Durante todo o mês os colaboradores do Hospital serão sensibilizados, por meio de palestras e folders. No dia 9 (segunda-feira) os alunos do Colégio Adventista também receberão orientações sobre a doação de órgãos pelo enfermeiro do HMCC.

Espalhe amor. Doe órgãos. Salve vidas.
 
Fonte: Analista de Comunicação - CS 135.19 / Débora Black Nascimento - Mtb 8585/PR

Localize notícias no campo abaixo:

LEIA MAIS NOTÍCIAS


Endereço Av. Gramado, 580 Vila "A" Foz do Iguaçu - PR
CEP 85860-460 | Telefone: (45) 3576-8000 / FAX: (45) 3576-8060

© Copyright 2010 - Todos os conteúdos apresentados neste website possuem direitos reservados ao HMCC e/ou terceiros que cederam seus direitos ao mesmo.